•  contato@thigra.com.br
  •  (31) 3352-3448

Hábitos que danificam seus cabelos

Home » Novidades » Dicas » Hábitos que danificam seus cabelos

Em geral, cuidar dos cabelos parece uma tarefa fácil, mas então por que só algumas de nós conseguem aqueles cabelos lindos e dignos de capa de revista? Cuidar dos cabelos vai muito além de tratamentos e hidratações constantes, esse processo envolve conhecer o seu tipo de cabelo e as reais necessidades dele. Para dar o primeiro passo rumo a beleza, podemos começar abandonando alguns hábitos que não contribuem em nada nesta jornada!

1) Ficar muito tempo sem cortar os cabelos

Não, isso não é papo de cabeleireiro! Se seu cabelo está saudável ele deve crescer, em média, 1 cm por mês. O que torna o tempo médio de duração de um corte de três meses. Passado este tempo, as pontas começam a abrir e os fios quebram-se com mais facilidade, o que pode aumentar o frizz e até a queda. Cortar as pontas portanto, é essencial para deixá-los mais bonitos e com aspecto saudável.

2) Amarrar os cabelos molhados

Uma vez ou outra não tem problema. Mas não caia na ilusão de que amarrar os cabelos ainda molhados te ajudará a controlar o volume. Na verdade você só vai marcar e quebrar os fios. Manter o couro cabeludo molhado por muito tempo também faz juntar fungos e criar caspa, além de enfraquecer a raiz e provocar a queda. Isto serve também para dormir com os cabelos molhados! Eles demoram mais tempo para secar e tem o mesmo efeito. Se quiser reduzir o frizz e o volume aposte em produtos que possam ficar nos fios e protegê-los ao mesmo tempo, como um leave-in, por exemplo.

3) Ter muita química nos cabelos

A moda da vez é ser loira e com os fios lisos? E você não tem nenhum dos dois? Se adapte e entenda a beleza do seu cabelo natural, ou com, pelo menos, um número menor de procedimentos químicos. Relaxamento, coloração, progressiva, luzes… A combinação de mais que dois tipos de químicas podem enfraquecer e muito seus fios, tornando qualquer tratamento uma grande batalha. Seus cabelos revelam muito sobre você e sobre sua personalidade, então mantê-los bem tratados pode dizer algo positivo!

4) Deixar de fazer tratamentos

Mesmo quando o cabelo não está detonado é importante manter os tratamentos em dia. Depois de extremamente danificado, não haverá métodos e produtos o bastante para recuperá-lo. Busque um profissional de confiança e entenda se seus cabelos precisam de mais água, de mais óleo ou de vitaminas e não se esqueça de tirar um tempinho para eles. Com a tecnologia dos produtos atuais não será necessário mais do que alguns minutos para deixar a manutenção em dia!

5) Não escolher a escova certa para seu tipo de cabelo

A escolha do pente e da escova são fundamentais para ajudar na remoção de impurezas nos fios e levar a oleosidade da raiz às pontas. O ideal é que os pentes e escovas penetrem entre os fios sem quebrá-los. O tamanho das escovas devem ser proporcionais ao comprimento dos cabelos e as cerdas ideais para desembaraçar devem ser mais próximas para cabelos mais finos, e mais afastadas para cabelos mais grossos. É importante também ser gentil com os cabelos molhados, começando das pontas para a raiz e utilizando cremes ou óleos se os fios estiverem muito quebradiços.

6) Deixar condicionador nos cabelos

Quem tem cabelos secos pode sentir uma certa vontade de deixar um pouquinho de condicionador no cabelos, para ficarem mais macios e escorregadios ao desembaraçar. Mas a verdade é que eles não ficarão mais hidratados desta forma. Não enxaguar adequadamente danifica a estrutura capilar e impede que as escamas sejam realmente seladas. Escamas abertas deixam os cabelos fragilizados e receptíveis a todos os agentes externos que podem prejudicá-los. É importante lembrar que cada produto tem uma finalidade para os fios, então certifique-se de usar os ideais para permanecer nos fios.

Escolhas saudáveis podem te direcionar a um resultado de beleza. Então garanta que seguirá os melhores passos para você e para seus fios, afinal o cabelo dos seus sonhos está sim ao seu alcance!

Faça um comentário